sábado, 19 de julho de 2014

MC QUE HOSTILIZA A POLÍCIA EM RAP PEDE AJUDA A PMS APÓS SER BALEADO

RN: Michel Mendonça Gomes “Mc Caicó” 18 anos de idade foi encontrado ferido, com dois disparos de arma de fogo, próximo ao posto de combustível localizado na Rua Coelho Neto, no bairro Boa vista, em Mossoró no Rio Grande do Norte.

A Central de Operações da Policia Militar tem apenas o registro da ocorrência, mas não sabe o que teria acontecido com ele. Mc Caicó disse aos policiais que atenderam a ocorrência que foi baleado próximo ao Mercado do Alto da Conceição e conseguiu correr até o local onde foi encontrado.

Segundo informações, Mc Caicó morava naquela região do Posto Nacional, no bairro Boa Vista, com os pais e outro irmão, mas depois da morte de sua mãe e com o pai alcoólatra, ele e o irmão, passaram a morar nas ruas e dormir nas calçadas. Ainda segundo informações, os irmãos chegaram a receber atendimento do Conselho Tutelar, mas como eram trabalhosos, foram abandonados ou abandonaram o auxílio.


Por volta de 4 horas e 50 minutos de hoje, Mc Caicó foi socorrido pela equipe de uma Unidade de Suporte Avançado “Alfa” do Samu para o Hospital Regional Tarcísio Maia e segundo informações seu estado de saúde é complicado.

Mc Caicó é do “Estilo Rap”. Ele chegou a postar uma musica desafiando a policia militar e logo depois, postou outro pedindo desculpas. Não existe nenhuma indicação que possa relacionar o atentado na madrugada de hoje aos insultos das letras de suas musicas.


Fonte: O Câmera 2 via blog do Jair Sampaio
Blog Combate Policial

Siga a página do blog Combate Policial no Facebook



POLÍCIA CAÇA DUPLA QUE INVADIU CASA DE SUBCOMANDANTE DA BASE AÉREA


A Polícia Civil está à procura dos dois suspeitos do assalto à residência do subcomandante da Base Aérea de Fortaleza, que ocorreu na última quinta-feira (18), na Avenida Rui Barbosa. As imagens das câmeras de segurança flagraram o momento em que a dupla chega ao local para realizar a ação criminosa.
De acordo com informações da titular do 2º DP (Aldeota), delegada Socorro Portela, os policiais civis e do Batalhão de Choque da Polícia Militar (BPChoque) realizaram diligências durante toda a madrugada de ontem para encontrar os suspeitos do crime, mas os homens não foram localizados.
Eles invadiram a casa do tenente-coronel por volta das 11h40min, renderam a esposa do oficial e uma funcionária, e em seguida, roubaram a arma do militar, uma pistola 380, além de joias e roupas.
 
 
A Polícia levantou a hipótese de que o crime pode ter sido planejado com a ajuda de uma ex-funcionária da residência. A delegada informou que duas empregadas domésticas são investigadas. Uma delas, inclusive, responde na Justiça por processos de furto, roubo e tráfico de drogas. A outra mulher não possui nenhum tipo de antecedente criminal, mas a Polícia Civil não descarta a participação da funcionária no assalto.
Ela trabalhou na residência durante um período, mas saiu e foi trabalhar em outra casa por meio de uma agência. A delegada comentou o fato de que nenhuma das chefes da suspeita tinha conhecimento dos processos que ela respondia na Justiça.
O irmão da empregada doméstica responde mais de dez processos criminais e o companheiro dela teria saído recentemente da prisão. A extensa ficha e as relações da mulher chamaram atenção da delegada, mas somente após a conclusão do caso, a Polícia poderá confirmar se ela realmente teve envolvimento no caso.
Diligências são realizadas pela equipe da Polícia Civil na periferia de Fortaleza e Região Metropolitana, com o objetivo de prender os homens que aparecem nas imagens. Ambos foram reconhecidos pelas vítimas como os autores do assalto que, segundo a delegada, ocorreu de maneira violenta.
Nas imagens divulgadas, um homem de blusa vermelha aparece andando pelo lado direito. No mesmo momento, a câmera flagra um homem de blusa azul, sendo que um deles faz um sinal para que outro atravesse a rua e eles possam se reunir.
A delegada também ressalta a importância da população, que se tornou fundamental para a elucidação dos casos por meio da identificação dos suspeitos. "Esses dois homens que aparecem nas imagens foram reconhecidos. Eles estavam na casa e agiram com muita violência. As pessoas que reconhecerem os dois, podem ligar para a delegacia por meio do número 3101.1146 ou para a Coordenadoria Integrada de Operações (Ciops) pelo 190", disse Portela.


Fonte: DN
Blog Combate Policial

Siga a página do blog Combate Policial no Facebook



sábado, 12 de julho de 2014

POLICIAL MILITAR MORRE APÓS TIRO ACIDENTAL


Um policial militar de 31 anos morreu no início da tarde deste sábado (12),  depois de ser atingindo por um tiro acidental, no Bairro Jardim Castelão, em Fortaleza. A principal suspeita é que a filha de nove anos tenha efetuado o disparo.
De acordo com a Polícia Militar do Ceará (PM/CE), o projétil acertou a nuca do policial. O policial ferido chegou a ser socorrido para o Instituto Doutor José Frota (IJF), no Bairro Centro, mas morreu a caminho do hospital.
Segundo com a Perícia Forense do Ceará, o disparo teria sido feito pela filha do policial. Amigos da profissão e familiares ficaram abalados e não quiseram comentar o caso.
O soldado trabalhava na polícia desde 2008 e se preparava para entrar na Cavalaria. Ele havia sido transferido da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops). Segundo os primeiros levantamentos, o policial militar teria recebido a arma na manhã deste sábado às 10 horas e entraria no serviço às 22h da noite.

Fonte: G1CE
Blog Combate Policial

Siga a página do blog Combate Policial no Facebook



segunda-feira, 30 de junho de 2014

Chefe do tráfico escapa da Polícia e mata casal


Após fugir pelo telhado de uma casa onde assistia ao jogo da Seleção Brasileira no momento em que a Polícia tentava capturá-lo, José Roberto Honório da Silva, o "Roberto Oião", teria tratado de acertar conta com possíveis delatores. Segundo a Polícia, foi assim que, na casa ao lado, foram assassinadas duas pessoas e uma terceira ficou gravemente ferida na noite de sábado no bairro Parque Havaí, no Eusébio.
Roberto "Oião" tem cerca de 15 mandados de prisão em aberto. Ele é considerado o principal chefe do tráfico de drogas no Eusébio. Na sua conta estariam homicídios e assaltos a sítios e residências.
Na tarde de sábado, a Polícia recebeu a informação da localização do traficante. Ao chegar a uma residência situada na Rua C do Parque Havaí, policiais civis com apoio do Ronda do Quarteirão encontraram em frente à TV comida ainda quente e um balde com gelo e cerveja. Um buraco no telhado indicava por onde 'Roberto Oião' teria fugido.
A ocorrência deu-se por volta das 14 horas. Após a fuga empreendida por Roberto, o seu irmão esteve no local identificando as pessoas que estariam na casa. Às 18h30, o próprio 'Roberto Oião' e seus comparsas teriam invadido a residência e atirado nas cabeças de três pessoas, sendo uma delas adolescente.
Francisco Vitor Martins Evangelista, de 20 anos, e sua namorada Aline da Silva de Castro, de 16 anos, foram atingidos com tiros de pistola ponto 40 na cabeça. Aline ainda foi levada para o hospital, mas morreu antes de chegar à unidade de saúde do município.
Para o Instituto Doutor José Frota foi encaminhado, em estado grave, Fábio Gonçalves da Silva, de 20 anos, irmão de Aline, com tiros na cabeça e no tórax. As informações são da Polícia, que aponta ter sido o ato criminoso uma retaliação do traficante por suspeitar que os vizinhos seriam seus delatores.
Aleatório
"Foi um ato violento e banal, tudo por ele achar que aquelas pessoas teriam dito onde ele estava. Sem nada que fundamentasse, foi lá e atirou contra quem visse pela frente", afirma Ana Lúcia, titular na Delegacia Metropolitana do Eusébio (DME), que presidirá a partir de hoje o inquérito sobre as mortes.
Mas a delegada esclarece que, além de Roberto 'Oião', pode ter participado do crime um adolescente seu comparsa, de 17 anos, foragido do Centro Educacional Patativa do Assaré. À Polícia, o adolescente já havia confessado ao menos 19 mortes.
A Delegacia Metropolitana de Eusébio tenta há bastante tempo capturar José Roberto Honório da Silva, o "Roberto Oião". Remanescente da conhecida Quadrilha do 'Salsicha', o traficante é um dos mais procurados do Ceará. Segundo a Polícia Civil, ele teria iniciado a carreira criminosa assaltando sítios e residências, passando ao tráfico de drogas, sendo considerado hoje o maior traficante do Eusébio. Também assassino de rivais.
Roberto 'Oião' dá sequência à operacionalidade de Victor Antônio da Silva Oliveira, o "Salsicha", morto em 2011 durante tiroteio com a PM. "As pessoas moram onde ele age e não vão para a Delegacia depor por medo", afirma Ana Lúcia Almeida.


Fonte: DN
Blog Combate Policial

Siga a página do blog Combate Policial no Facebook



Juazeiro do Norte-CE: Mulher morre após seu companheiro “empinar” a moto


Um acidente de trânsito que pode resultar em homicídio culposo foi registrado por volta das 14 horas deste sábado no cruzamento das ruas Vereador José Xavier e Belo Horizonte (Bairro José Geraldo da Cruz) em Juazeiro do Norte. Cícero Gomes Ferreira, de 32 anos, teria empinado a moto Honda Fan de cor preta quando trazia sua companheira Geralda Leandro Moura, de 36 anos, na garupa.
Ela morava na Avenida Antonio Lobo de Menezes daquele bairro e caiu do veículo, morrendo, provavelmente, em consequência de traumatismo craniano. Uma equipe do SAMU esteve no local e atestou o óbito quando o rabecão foi acionado para levar o corpo a fim de ser necropsiado no IML. Policiais do Ronda do Quarteirão souberam, no local, que o piloto tinha empinado a moto quando a mulher caiu da mesma.

Após a queda dela, Cícero teria deixado o local em busca de socorro e não retornou. Quatro horas depois, uma equipe da FTA (Força Tática de Apoio) prendeu o acusado no Bar do Zelito, que funciona na Rua Comerciante João Cecé Coelho, 84 no mesmo bairro. Ele admitiu que pilotava a moto, mas negou que tivesse empinado a mesma. Geralda figurava em processo como testemunha de um homicídio.


fonte: Miséria
Blog Combate Policial

Siga a página do blog Combate Policial no Facebook



INTEGRAÇÃO É O SEGREDO PARA COMBATER O CRIME NAS DIVISAS


Centenas de caminhos levam para um lado ou outro nos Estados de Ceará, Piauí, Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco. Tantos acessos nas divisas preocupam as polícias Civil e Militar. Para não apenas verem os bandidos atravessarem uma linha imaginária e tomarem rumo ignorado após assaltos, roubos, sequestro e tráfico de drogas, a ordem dos Estados é integração. Do jeito que é possível.
Isso porque quando as portas de entrar e sair estão escancaradas, o criminoso que tem vez quer retornar outras vezes. A reincidência é comprovada pelos órgãos de segurança que lutam para desarticular as chamadas "quadrilhas interestaduais".
Com exceção das rodovias federais, por muito tempo os acessos nas divisas entre os Estados do chamado Sertão Setentrional eram negligenciados pelos poderes públicos e, assim, pelas forças de segurança. Mas veio a sequência de explosões de bancos, caixas eletrônicos e até mesmo investigações apontando o tráfico interestadual de drogas por terra. O crime nas fronteiras obrigou a comunicação entre as secretarias de segurança.
A reportagem ouviu diretores e comandantes de Polícia do Ceará e dos quatro Estados que fazem fronteira e que compõem o Comitê Integrado Divisa Segura. Mesmo com pouca estrutura e pequeno efetivo, unidades policiais nas fronteiras começam a trabalhar de forma cooperada e já obtêm os primeiros resultados no combate à criminalidade além-fronteiras. Em junho do ano passado, uma quadrilha com cerca de 15 assaltantes destruiu uma agência bancária no município de Parambu ao explodir caixas eletrônicos. Na conta da ousada ação, policiais e funcionários do banco foram feitos reféns. Ainda foi provocado incêndio em três carros. O bando fortemente armado empreendeu fuga em carro e moto em direção a um dos vários acessos que levam ao Estado do Piauí.
Avisado do ocorrido, o Comando de Policiamento do Interior do Estado vizinho mobilizou mais de 20 homens para ajudar os policiais cearenses nas buscas nos matagais e nas estradas. A essa altura, os principais acessos na fronteira estavam fechados.
Integrar o Nordeste
"Antes não havia essa articulação e o campo estava livre para o mal feitor", afirma o coronel Lindomar Castilho, comandante de Policiamento do Interior do Piauí. "A intenção é integrar o Nordeste, não só a Polícia Militar, como a Civil. Tentamos que os policiais nessas áreas se conheçam, reforcem nas diligências", conclui o oficial.
Dessa intenção compartilha o delegado Jean Francisco, secretário-adjunto da Secretaria de Segurança Pública da Paraíba, que tenta fazer das ocorrências nas fronteiras uma rotina entre os comandos de policiamento no Nordeste. Nos diálogos das divisas, se não chega a rádio frequência fazem uso de aplicativos e de redes sociais pelo celular, especialmente WhatsApp.
Investigações
Um caso emblemático, foi a investigação de um crime na Paraíba que possibilitou à polícia cearense resolver um sequestro em solo próprio. "Estávamos investigando um criminoso com interceptações telefônicas e identificamos alguém ter feito contato solicitando armamento e algumas informações suspeitas. O código de área era 88. Perguntamos à Polícia do Ceará se havia algum sequestro em andamento e confirmaram. Foi decisivo", explica o delegado da Paraíba.
Pelo Ceará, o delegado Jocel Dantas, diretor de Polícia do Interior, afirma que armas têm sido apreendidas também graças à comunicação interestadual. "Essa cooperação no diálogo é justamente para evitar problemas e melindres quando policiais de um Estado precisarem atravessar a divisa", acrescenta.
Para o coronel Francisco Reinaldo, do Rio Grande do Norte, essa integração tem ajudado na melhor fiscalização de nada menos que 30 diferentes acessos que ligam aquele Estado ao Ceará e à Paraíba.
"No mês passado, um grupo realizou assalto em Santa Cruz, na Paraíba, e tínhamos uma barreira montada e prendemos todos e colhemos dezenas de produtos eletrônicos", afirma o comandante potiguar.
Mas para o sucesso nas barreiras na estrada, tentam que o diálogo interestadual seja mais decisivo que a sorte de um flagrante.
"O problema é o baixo efetivo", diz delegado
Tem três anos a criação do Comitê Integrado Divisa Segura, composto por seis dos nove Estados do Nordeste no trabalho de combate ao crime nas fronteiras. Mas para o delegado Jean Francisco, presidente do Comitê e secretário-adjunto de Segurança no Estado da Paraíba, os resultados positivos da integração são reflexo da ousadia das equipes que estão trabalhando, apesar de todas as dificuldades. Baixo efetivo seria a maior delas.
"Já é difícil articular dentro de um Estado as polícias. Imagina tentar fazer isso em nível de Nordeste. É uma ação muito ousada por parte da gente colocar essa operação em prática. O grande desafio é fazer com que o Nordeste se fale de maneira instantânea para policiar melhor suas divisas", afirma Jean Francisco.
O Comitê Integrado Divisa Segura foi criado em junho de 2011. Começou com os Estados de Paraíba, Rio Grande do Norte e Pernambuco. Depois, o convite foi feito a Ceará, Piauí e Maranhão. Representantes civis e militares de cada estado reúnem-se mensalmente para discutir estratégias operacionais.
Barreiras
As operações têm ocorrido por meio de bloqueios de estradas - em cada fronteira são realizadas ao menos três barreiras por mês. Combate ao roubo de cargas, roubo a bancos e tráfico de drogas e armas são o cerne das operações. Os encontros mensais do Comitê apresentam duas reuniões paralelas que são concluídas conjuntamente ao final: uma de ordem operacional e outra de inteligência. "Temos agregado na troca de informações a Polícia Rodoviária Federal e as secretarias da Fazenda", explica o delegado Jean Francisco.
Uma das orientações, segundo o delegado, é ter o comitê como a grande pedra no caminho do chamado Novo Cangaço espalhado pelo Nordeste, sobretudo na forma de quadrilhas que explodem bancos. "Hoje o Nordeste pode dizer que tem uma operação integrada. Antes, não. Os secretários de Segurança não davam a devida importância", afirma o delegado.
O desinteresse em relação ao comitê, na visão de seu presidente, é sempre um risco à medida em que haja mudanças nos comandos das secretarias de segurança pública. "Tentamos que os novos gestores mantenham esse trabalho feito pelo anterior".
O desafio está lançado: "as dificuldades operacionais são grandes. Falta efetivo policial, estrutura de armamentos, viaturas. Alguns Estados têm feito esforço além da conta, mas estamos aquém da realidade do que o Nordeste precisa", afirma.



Fonte: DN
Blog Combate Policial

Siga a página do blog Combate Policial no Facebook



domingo, 29 de junho de 2014

PM REAGE A ASSALTO EM VENDA DE FRANGOS E MATA DOIS BANDIDOS


Mesmo baleado, PM reagiu e matou os ladrões

Uma tentativa de assalto terminou em um duplo assassinato, na tarde deste domingo (29/6), no bairro Montese. Segundo as primeiras informações da Polícia, dois homens, que ocupavam uma motocicleta, invadiram as dependências de uma churrascaria e venda de frangos e carnes, denominada "Luiz do Frango", situada na Avenida Alberto Magno, 1005, e teriam anunciado um assalto. Contudo, um policial militar, à paisana, estava no local e reagiu. Houve uma rápida troca de tiros e os dois bandidos foram baleados, assim como o PM.


Um dos assaltantes, identificado até o momento apenas por Breno, caiu morto junto ao balcão do estabelecimento. Já o comparsa dele, tombou sem vida na calçada. Ele foi identificado pela Polícia como Davi Henrique Alexandre Souza. Os dois teriam chegado no ponto comercial armados e na motocicleta de placa HXM-5157 (CE) que ficou no local. Já o policial militar, identificado somente como cabo Wanderley Rodrigues, destacado no Batalhão de Policiamento de Eventos (BPE), sofreu um tiro e foi socorrido para o Instituto Doutor José Frota. A segurança no hospital teve que ser reforçada pois surgiram boatos de que comparsas dos assaltantes mortos estariam ameaçando ir até o 'Frotão' para matar o militar. Patrulha do Batalhão de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) e do Batalhão de Policiamento de Eventos (BPE) estão ho hospital resguardando a segurança.

No local do crime, uma multidão de formou em frente ao estabelecimento comercial, interrompendo o trânsito na Avenida Alberto Magno. O Comando do Policiamento da Capital (CPC) determinou o isolamento da área até a chegada de equipes da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce).










Blog Combate Policial

Siga a página do blog Combate Policial no Facebook



SOBRAL-CE: ACIDENTE DE TRÂNSITO COM DUAS VÍTIMAS FATAIS


Nossa equipe de reportagem foi informada que hoje (28), por volta das 20h30min, na estrada que liga Sobral ao distrito de Remédio, houve um acidente, envolvendo duas motocicletas. Informações iniciais dão conta que as duas motos colidiram frontalmente. No sinistro, duas pessoas tiveram óbitos no local. As duas vítimas residiam na localidade e "Remédio", município de Massapê. Uma das vítima foi identificada como Antônio Arruda de Sousa, natural de Sobral, 38 anos. A Polícia e a Perícia Forense estiveram no local, realizando os procedimentos legais.
 

Fonte: Sobral 24 Horas via Antônio Evandro Amanaiara
Blog Combate Policial

Siga a página do blog Combate Policial no Facebook



Polícia Rodoviária Estadual apreende explosivos


A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) apreendeu farto material explosivo no Km 368 da Rodovia CE 060, em Iguatu. A documentação estava vencida. Foram apreendidas com Francisco Luis Roberto Regis, de 45 anos, 49 bananas de dinamite, 100 espoletas, 42 metros de cordão detonante e 21,5 metros de estopim hidráulico. O material foi recolhido na noite da última sexta-feira. Francisco Luis seguia em um Fiat Strada de cor branca, quando foi parado pelos policiais.
De acordo com o delegado Jerssison Pereira, plantonista na Delegacia de Iguatu, o documento da portabilidade do material estava fora da validade e "os quantitativos não correspondiam ao que estava na documentação". O delegado descarta a possibilidade de uso do material para prática de crimes. "Ele trabalha numa empresa terceirizada pela Coelce que atua na instalação de postes de energia elétrica. Os explosivos são usados quanto os postes são implantados em terrenos rochosos".
Mas o delegado alerta para a vulnerabilidade no transporte. "Uma quadrilha de assaltantes poderia tomar esses explosivos com facilidade". O portador do material foi autuado no artigo 16 do Estatuto do Desarmamento e está preso.


Fonte: DN
Blog Combate Policial

Siga a página do blog Combate Policial no Facebook



sábado, 28 de junho de 2014

Cabo alega em depoimento que tiro que matou atriz em blitz foi acidental


O policial que atirou contra uma motocicleta e atingiu a atriz e produtora cultural Luana Barbosa, de 25 anos, matando-a, alegou em depoimento à Polícia Militar que o disparo foi acidental, segundo o boletim de ocorrência. A vítima estava na garupa de uma moto que furou uma blitz na Avenida Joaquim Constantino, na manhã desta sexta-feira (27) em Presidente Prudente. O namorado disse que estava com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa e por isso teria furado o bloqueio, ainda conforme o registro policial.
De acordo com o boletim de ocorrência, o motociclista Felipe Barros, de 29 anos, namorado de Luana, não obedeceu ao sinal de parada e jogou o veículo contra o policial Marcelo Coelho, que fazia a segurança da operação. Ainda segundo o registro, o capacete do motociclista bateu na mão do policial, ocasionando o disparo da arma. Barros, ainda de acordo com o boletim, seguiu com o veículo por cerca de 300 metros, quando percebeu que a atriz havia sido atingida e parou.
Luana estudou teatro em Curitiba (PR) e foi para Presidente Prudente quando terminou a faculdade (Foto: Reprodução/TV Fronteira) 
Luana estudou teatro em Curitiba (PR) e foi para
Presidente Prudente quando terminou a faculdade
(Foto: Reprodução/TV Fronteira)
 
Barros, em depoimento, assumiu que tentou passar pelo bloqueio, pois estava com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa. Entretanto, negou que tenha jogado a moto contra o policial. O G1 tentou contato com ele pelo celular, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.
A perícia esteve no local e apreendeu a arma. A cápsula da bala, também de acordo com o boletim de ocorrência, não foi ejetada do revólver, “permanecendo entre travada”, acrescenta o documento. Apesar do registro na Polícia Civil, o caso é apurado pela Polícia Militar, que abriu inquérito e tem 40 dias, prorrogáveis por mais 20, para finalizá-lo.

Luana, após ser atingida, foi encaminhada pelo Corpo de Bombeiros ao Hospital Regional de Presidente Prudente, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O caso aconteceu por volta das 9h30.
O policial trabalha na Polícia Militar há 23 anos e foi autuado em flagrante por homicídio culposo, em que não há intenção de matar, e encaminhado ao Presídio Romão Gomes, da Polícia Militar, em São Paulo.
Natural de Rancharia (SP), a atriz e produtora cultural morava em Presidente Prudente há cerca de cinco anos. De acordo com o amigo Thiago Munhoz, ela se formou em teatro em Curitiba (PR) e atuava como atriz e produtora cultural na Federação Prudentina de Teatro e Artes Integradas (FPTAI).
“Ela era pau para toda obra, era uma pessoa muito para frente. Quem escolhe viver de arte tem que ter coragem. E ela tinha isso”, disse o também integrante do grupo. De acordo com ele, ela fundou o grupo Os Mamatchas e atuava também com edição de vídeo, tento feito um videodocumentário sobre a Vila Brasil, onde funciona a federação.
Por luto, o grupo de artistas cancelou uma festa junina que seria realizada.

Fonte: Globo
Blog Combate Policial

Siga a página do blog Combate Policial no Facebook



Comunidades da Sapiranga são 'cercadas' pela Polícia


Sem nenhum tiro disparado, uma operação policial resultou na prisão de um dos chefes do tráfico na região da Sapiranga e seus comparsas em plena madrugada de ontem. Antes do amanhecer, fechou-se o cerco nas comunidades do Muro Alto e Uruca para cumprimento de mandado judicial coletivo de busca e apreensão. Enquanto as residências eram vistoriadas, Eronilson de Queiroz Silva, o 'Biul', chefe do tráfico, pulava os muros das casas em direção à lagoa na área de manguezal. A Polícia já estava lá esperando.
Rendido com uma pistola 380 e uma balança de precisão, 'Biul' guiou os policiais até sua suposta residência. A tentativa de despistar não deu certo porque populares informaram a casa de uma irmã do traficante. Era lá que estava o entorpecente que pertenceria a 'Biul', segundo a Polícia. O flagrante coloca-o na prisão 35 dias após ter de lá saído - já responde por três homicídios e porte ilegal de arma.
A operação conjunta envolveu 488 policiais civis, militares e bombeiros militares. Com as áreas das comunidades do Muro Alto e Uruca completamente mapeadas, as equipes divididas fecharam todas as saídas. O mandado judicial de busca permitia que em toda a área as residências pudessem ser vistoriadas. A intenção era seguir os deslocamentos de residências pelos criminosos até alcançá-los, daí o nome Operação Nômade, dado à ação policial.
Prisões
Além de 'Biul', preso em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de entorpecente, foram detidos Edgar de Abreu Braga, 18, Maria Elisângela Ribeiro de Sousa, 29, Lucas Menezes da Silva,19, e, ainda, três adolescentes apreendidos.
De mãos limpas, Edgar Abreu tentava sair da comunidade quando foi detido para averiguação pela barreira montada pela equipe do Batalhão de Choque. Não durou muito até ser encontrada sua arma, um revólver calibre 38, jogada no telhado de uma residência onde moram três senhoras.
"A operação foi realizada em dois ambientes sensíveis da Área Integrada de Segurança 3 (AIS 3), mas tivemos uma importante base de informações investigativas, com apoio das polícias Civil e Militar da área e da Coordenadoria de Inteligência (Coin)", afirma Fernando Menezes, coordenador operacional da Coordenadoria Integrada de Planejamento Operacional (Copol).
Questionado se a força policial empregada na operação atendeu às expectativas, Fernando Menezes foi enfático: "o nosso objetivo foi alcançado. Prendemos 'Biul' e seus comparsas".

Sobre possíveis críticas sobre a "megaoperação", o delegado pontua que se tratou de uma ação de interesse social. "A maioria das pessoas que moram ali são de bem. O que ocorre é que o criminoso fica migrando nas casas da comunidade. Tenta se disfarçar se utilizando de diversas residências. Foi com essa visão que entendemos que se fizéssemos a busca em todo um quadrante, poderíamos identificar aquele criminoso que estava se escondendo", afirmou, referindo-se a 'Biul'.
Reincidente
É a segunda prisão de Eronilson de Queiroz Silva, o 'Biul', em quatro meses. Em fevereiro deste ano, ele foi detido em um ônibus intermunicipal com a companheira Sabrina Ferreira Lima, a 'Binna', quando iam ao cemitério onde estava enterrado um adolescente morto uma semana antes.
O delegado Marx Quaresma, titular do 26º DP (Edson Queiroz) que responde pela área em questão, comemorou o resultado da ação por se tratar de "uma área onde o crime é recorrente". Ele apontou o empenho do Judiciário e do Ministério Público - o mandado coletivo de busca teve a anuência dos juízes da 7ª e da 8ª Vara Criminal.
O delegado Fernando Menezes pontua que as ações de busca nas mais de 200 residências tiveram o apoio das próprias comunidades. "Às vezes o cidadão esta acuado, porque o criminoso se esconde para fugir da Policia. Fica com medo por não termos um mandado para entrar na casa dele. Em algumas residências, quando chegamos, algumas pessoas nem perguntavam se tínhamos mandado de busca, elas diziam 'por gentileza, entre na minha casa, olhe se tem alguma coisa errada aqui'", afirmou.
Direitos
Para o delegado, não houve violação de direitos ao fazer um 'quadrante'. "Tivemos o apoio da comunidade do Muro Alto. Numa comunidade de pessoas humildes, existem pessoas de bem, que são prejudicadas pelo crime, às vezes até obrigadas a pactuar com atividade criminosa. Se não esconder a droga que comprou ele será morto".
E deu o recado: "vamos continuar". De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), outras áreas da Grande Fortaleza foram mapeadas e deverão ser motivo de mais buscas, como define a própria Operação Nômade.
Melquíades Júnior
Repórter

Fonte: DN
Blog Combate Policial

Siga a página do blog Combate Policial no Facebook



sexta-feira, 27 de junho de 2014

SUB TENENTE DA PM É ASSASSINADO NA FRENTE DO FILHO DE DEZ ANOS NO EUSÉBIO-CE


Um policial militar foi assassinado e teve a arma roubada na tarde desta sexta-feira (27) no Eusébio, na Grande Fortaleza. De acordo com policiais do Ronda do Quarteirão, o subtenente da Polícia Militar estava em um comércio ao lado do filho quando um grupo anunciou o assalto ao policial.
“Eles disseram que queriam a arma do policial. Eles abordaram o policial e roubaram apenas a arma. Dinheiro e as coisas do comércio ficaram todos lá”, diz o policial Thiago Benevides. O subtenente foi baleado com um tiro no ouvido, foi levado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Eusébio, onde recebeu atendimento, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na tarde desta sexta.
O policial foi assassinado ao lado do filho de 10 anos, que recebe atendimento psicológico. Após o crime, o grupo fugiu em um carro prata em direção à cidade de Messejana, também na Grande Fortaleza.
A polícia faz buscas pelo grupo, mas afirma que tem ainda poucas informações sobre os criminosos. Segundo informações de testemunhas à Polícia Militar, o grupo é formado por duas mulheres e um homem e dirige uma pick-up cor prata.
Sétimo policial ferido
Entre maio e junho, este foi o sétimo caso de policial ferido na Grande Fortaleza, e dois deles morreram. em 27 de maio, um soldado da Polícia Militar sofreu um atentado no Bairro Serrinha na tarde. O policial, conhecido como soldado Oliveira, lavava o carro em frente a sua casa, quando quatro homens armados em outro veículo anunciaram o assalto. De acordo com o relações públicas da PM, tenente coronel Fernando Albano, o PM trocou tiros com os assaltantes e conseguiu se abrigar dentro da residência, mas o carro dele foi atingido por vários tiros.
Na terça-feira (20), um sargento morreu durante um assalto no Conjunto Ceará. Na quarta-feira (21), outro policial militar foi baleado na cabeça durante uma tentativa de assalto, no Bairro Jóquei Clube. Na quinta-feira (22), um outro policial foi baleado em um assalto durante a madrugada, no Bairro Parangaba. No sábado (24), o soldado da Polícia Militar, Francisco Ferreira, foi baleado durante uma abordagem


Fonte: G1
Blog Combate Policial

Siga a página do blog Combate Policial no Facebook



Em nota, PF confirma suicídio de chefe do combate ao crime organizado


A superintendência da Polícia Federal em Mato Grosso do Sul divulgou nota no fim da noite de ontem (26) e confirmou que o delegado Eduardo Javorski Lima cometeu suicídio. O corpo do delegado foi encontrado por volta das 21 horas, no prédio da superintendência, na Vila Sobrinho em Campo Grande.
Na nota assinada pelo superintendente Edgar Paulo Marcon, a corporação confirma que o delegado chefe do setor de Investigação e Combate ao Crime Organizado tirou a própria vida dentro do próprio gabinete, situado no 3º andar do prédio.
Depois que colegas encontraram Lima caído no gabinete, o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi chamado, mas quando o socorro chegou o delegado já estava morto. Uma equipe de perícia da Polícia Civil foi ao local e saiu do prédio por volta das 23 horas, sem falar com a imprensa.
Eduardo Jarwoski Lima foi nomeado delegado regional de Investigação e Combate ao Crime Organizado da Superintendência da PF em MS no dia 20 de março do ano passado pelo Ministério da Justiça. O delegado tinha problemas de depressão e fazia tratamento psicológico, ele chegou a se licenciar do cargo para passar por tratamento.


Fonte: Campo Grande News via Tático Total Police
Blog Combate Policial

Siga a página do blog Combate Policial no Facebook



'Chefes' do tráfico na Praia de Iracema e Aldeota são presos


A abordagem surpresa na saída de um apartamento próximo à Beira-Mar foi o passo principal para o cerco que desarticulou a quadrilha comandada pela traficante Gabriela de Sousa Bonfim, a 'Gabi', na Praia de Iracema. Estava armada de pistola, mas foi rendida com sua comparsa Suelem Amorim na saída de um prédio de luxo. O mesmo em que, na sequência, foi dada voz de prisão ao namorado de 'Gabi', Francisco Weskley Bento de Lima, o 'Leleca', em um apartamento com joias, celulares, computadores, R$ 14,6 mil em espécie e um pequeno laboratório do tráfico de drogas.
O trio foi conduzido à Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), onde era investigado por homicídios e tráfico de entorpecente. Uma escrivã de Polícia, tia de Gabi, foi saber o motivo das prisões e foi detida. Já havia mandado de prisão contra Maria das Graças Gadelha Bonfim, policial civil acusada de passar informações privilegiadas para a quadrilha.
Início
Até a última quarta-feira foram presas 11 pessoas. Mas ainda não terminaram as investigações que tiveram início em outubro do ano passado, lideradas pelo delegado Leonardo Barreto. Ele presidiu o inquérito que teve início com as investigações do assassinato de Felipe Nathan da Silva, em outubro do ano passado. O autor teria sido Valfrísio de Carvalho Filho, preso com o comparsa Lindemberg de Sousa Mendes. Ambos seriam do grupo de Gabi. As prisões, lideradas por Leonardo Barreto começaram no dia 20 de junho, com Gabi, Suelem e 'Leleca'. É o dia em que a escrivã Maria das Graças recebe voz de prisão preventiva. "Sem querer ela facilitou o trabalho da Polícia ao já vir aqui", afirma o delegado. Ainda no dia 20 foi presa Graziele de Sousa Bonfim, a 'Ziza', irmã de Gabi e que controlava a venda de drogas na Favela da Graviola, nas imediações da Avenida Monsenhor Tabosa. No dia seguinte, foram presos Eduardo Santos Silveira e Regina Lúcia de Sousa, a Lucinha. Foi o mesmo dia das prisões dos acusados Valfrísio e Lindemberg.
Ainda na sequência das investigações, a Polícia chegou à técnica de enfermagem Silvia da Silva Roca e seu companheiro Antônio Israel da Silva Martins, este mal saído da prisão no dia anterior. Na residência do casal havia munições de calibre Ponto 40 e 38, carregador de pistola, identidades falsas e 13 kg de mistura química em pó, usada na produção de entorpecentes. Segundo a Polícia, o casal era responsável por se informar sobre os grupos organizados e identificar os desafetos da quadrilha.
A lista parcial de detenções foi fechada com a apreensão de dois adolescentes e que seriam usados, na linguagem do tráfico, como "para-choque". Eles assumiriam casos de flagrantes de crimes cometidos pelos parceiros da quadrilha.
No comando
De acordo com a Polícia, 'Gabi' tinha o costume de andar armada. Em sua posse (inclusive durante a abordagem), uma pistola ponto 40. "Ela comandava o tráfico, mas tinha o cuidado de fazer parecer que não tinha envolvimento", afirma Luís Carlos Dantas, diretor da DHPP. A cocaína apreendida, 1 kg, tem alto grau de pureza. "Ela sempre teve o interesse em só comercializar drogas de primeira qualidade", frisou Dantas.
A área de abrangência do grupo de 'Gabi' se estende pelos bairros Praia de Iracema, Aldeota e Moura Brasil. Mas não foi a primeira prisão dela, nem mesmo a primeira vez em que a Polícia anunciou a "desarticulação" da sua quadrilha.
Por força de liminares judiciais, não só ela, como outros comparsas foram soltos em 2012, pouco tempo de suas prisões - 'Gabi' foi detida por policiais da Delegacia de Narcóticos (Denarc) quando acompanhava o velório de um partícipe do seu grupo. O primeiro revés da sua quadrilha deu-se em 2009, com a prisão de seis integrantes.
A tia de Gabriela, escrivã de Polícia Maria das Graças Gadelha Bonfim, lotada no 33º DP, nas Goiabeiras, está presa na Delegacia Geral de Polícia Civil.
Conforme o diretor da DHPP Luís Carlos Dantas, ela deverá ser expulsa da Polícia. É acusada de associação ao tráfico. Todos os presos foram acusados pelos crimes de homicídio qualificado, tráfico de entorpecentes e na Lei de Organização Criminosa.
Melquíades Júnior
Repórter

Fonte: DN
Blog Combate Policial

Siga a página do blog Combate Policial no Facebook



quarta-feira, 25 de junho de 2014

Suspeitos de assaltos e tráfico são presos no Ceará com carros de luxo



A Polícia prendeu nesta quarta-feira (25) uma quadrilha acusada de homicídios, roubos a banco e veículos e tráfico de drogas em Fortaleza. Junto com o grupo foi apreendido carros de luxo, comprados com dinheiro de assalto a banco e tráfico de droga, segundo a Polícia Civil.
A polícia chegou a grupo após a prisão de Francisco de Assis da Silva, suspeito de roubo a banco, então um dos mais procurados do Ceará. Segundo a Polícia, foram identificados vários contatos no celular de quem Francisco recebia apoio para cometer os crimes.
Após investigação, a Polícia Civil prendeu outros três homens, nesta quarta-feira. Um dos suspeitos é o "especializado" da quadrilha em homicídios e responde por cinco mortes. O grupo foi preso com armas, 20 quilos de cocaína, carros de luxo e itens para a produção de droga, como um prensa industrial.

Francisco de Assis, apontado pela polícia como o chefe do grupo, é suspeito de assaltar várias agência bancárias no Ceará e em estados do Nordeste. Ainda segundo a Polícia Civil, ele utilizava o dinheiro obtido em assalto a banco para "investir" no tráfico de droga. Ele produzia e vendia droga para várias cidades no Ceará e estados vizinhos.
O líder tem 30 mandados de prisão em aberto por crimes como assalto, porte ilegal de arma, formação de quadrilha, homicídio, tentativa de homicídio e sequestro, e foi solto em 2013 por uma falha de comunicação entre os sistemas judiciário e penitenciário. Francisco de Assis tinha um mandado de prisão efetiva contra ele decretado por um juiz de Milhã, no interior do Ceará; após a prisão, ele foi levado para a Delegacia de Capturas, em Fortaleza.
A falha levou a Justiça a criar um sistema que interliga as sedes do poder judiciário. “Editamos a resolução criando um banco de dados integrando ao sistema nacional", diz. Para o corregedor geral, a integração com o banco de dados nacional deve evitar esse tipo de falha.


Fonte: G1
Blog Combate Policial

Siga a página do blog Combate Policial no Facebook



PM QUE ESTAVA DESAPARECIDO EM SP É ENCONTRADO MORTO COM VÁRIOS TIROS

O corpo do policial militar da Força Tática Rodrigo de Lucca foi encontrado no final da manhã desta terça-feira (24). O policial de Mogi das Cruzes estava desaparecido desde a noite de sexta-feira (20).

De acordo com as polícias Civil e Militar, o corpo estava em um terreno às margens da antiga Estrada Índio Tibiriça em Suzano. Uma mulher que passava pela estrada viu o corpo e avisou a polícia.

A polícia informou que o corpo tinha marcas de tiro. O comandante do Comando de Policiamento Metropolitano 12 (CPM-12), coronel Nelson Celegatto esteve no local. “Pelas informações preliminares do perito, ele teria morrido nas últimas 24 horas. O policial foi encontrado com um agasalho azul da Polícia Militar. Ele fazia parte da corporação há quatro anos e estava na Força Tática há menos de um ano. Era um bom policial com diversas prisões e apreensões. Estamos recebendo diversas denúncias a respeito desse caso e todas estão sendo verificadas”, concluiu o comandante. Ele disse ainda que neste momento a PM não acredita em realiação porque o jovem trabalhava na Força Tática há pouco tempo. Mesmo assim, Celegatto destacou que as últimas ocorrências em que o policial se envolveu estão sendo verificadas.

O soldado foi visto pela última vez na sexta-feira quando chegava de carro em sua residência, em Mogi das Cruzes. No sábado (21) policiais que estavam em patrulhamento no Parque Maria Helena foram avisados por crianças do bairro sobre um carro no córrego. Após a retirada da água, o veículo foi identificado como sendo o que o policial de Mogi estava quando foi sequestrado.


Buscas

Na segunda-feira (23) após uma manhã inteira sem resultados, o Corpo de Bombeiros de Suzano encerrou as buscas em um córrego do Parque Maria Helena pelo soldado da Força Tática Rodrigo de Lucca. O policial está desaparecido desde sexta-feira (20) e seu carro foi encontrado no córrego na madrugada de domingo (22). Porém, o PM continua sendo procurado na tarde desta segunda-feira (23) em outras localidades de Mogi das Cruzes e Suzano, em uma operação que envolve as polícias civil e militar de ambas as cidades.

O soldado foi visto pela última vez diante de sua residência, em Mogi das Cruzes. Segundo a polícia, viaturas estavam em patrulhamento neste sábado (21) pelo Parque Maria Helena quando os policiais foram avisados por crianças do bairro sobre um carro no córrego. Após a retirada da água, o veículo foi identificado como sendo o que o policial de Mogi estava quando foi sequestrado.

Ainda, de acordo com os policiais, o veículo pertence a namorada de Rodrigo. A perícia do carro foi feita na manhã deste domingo pelo Instituto de Criminalística (IC), de Mogi das Cruzes. Em seguida, ele foi encaminhado para o pátio da Prefeitura de Suzano.

O Policial Militar da Força Tática de Mogi das Cruzes, Rodrigo de Lucca Fonseca, de 28 anos está desaparecido desde sexta-feira (20). Segundo o boletim de ocorrência registrado no 1º Distrio Policial, o PM chegava em casa de carro no final da tarde quando foi abordado por dois homens que pareciam estar armados.


Buscas

Às 13h de domingo os bombeiros começaram as buscas por água na região do córrego conhecido como Valetão, em Suzano. A operação teve início logo depois que o carro foi encontrado no local. Policiais Militares em motocicletas participaram da operação.

Pela manhã, o Helicóptero Águia da Polícia Militar também ajudou nas buscas do soldado. De acordo com informações dos bombeiros, às 18h30 os trabalhos no córrego foram interrompidos.


Fonte: Surgiu
Blog Combate Policial

Siga a página do blog Combate Policial no Facebook



Noiva faz 'selfie' 8 minutos antes de morrer em acidente de carro

Uma noiva de 26 anos morreu oito minutos depois de tirar um 'selfie' dentro do carro a caminho da sua despedida de solteiro no estado do Missouri, nos Estados Unidos. Segundo a emissora KCTV, Collette Moreno estava a caminho da festa com sua amiga Ashley Theobald, que dirigia o carro.

Ashley bateu em outro carro ao tentar ultrapassar o caminhão, a batida atingiu apenas Collette que estava no banco do passageiro.

O casamento estava marcado para julho, ela e o marido já tinham um filho de 5 anos.


Fonte: Rede Tv
Blog Combate Policial

Siga a página do blog Combate Policial no Facebook